Stranger of Sword City (Ps Vita) - Primeiras impressões

Stranger of Sword City é um RPG/Dungeon Crawler desenvolvido pela Experience e publicado pela NIS America. No jogo, você é um humano que cai acidentalmente em um mundo fantasioso, lá você é conhecido como "Stranger", que é uma espécie de escolhido daquele mundo para caçar "Lineage Types" (os chefes do jogo) e trazer paz para o mundo.


Logo de início nos deparamos com a customização de personagem, que já nos entrega algo extremamente complexo e interessante. Você pode escolher uma aparência para o seu personagem, depois escolher sexo, classe, como distribuir seus pontos de status, etc. E o que tem de tão especial na customização? Bom, algo que achei interessante é que você pode fazer um personagem masculino com aparência feminina e vice versa, outra coisa interessante é como é determinada a quantidade de pontos de status que você pode distribuir no seu personagem. O jogo te dará um "dado" que você pode rolar quantas vezes quiser até tirar um número de status que te agrade para distribuir, mais ou menos como funciona em alguns sistemas de RPG de mesa. Além disso, a idade do seu personagem influencia nos pontos de status e em outros atributos que seu personagem terá.

Após criar seu personagem, o jogo irá começar e você irá ter seu primeiro contato com o mundo de Stranger of Sword City. Logo de cara dá para perceber como a arte do jogo é linda, as ilustrações são extremamente detalhadas e características do jogo. Infelizmente, os gráficos in game não são tão bonitos quanto as cenas ilustradas no melhor estilo Visual Novel, até pq o jogo é um Dungeon Crawler em primeira pessoa no mesmo estilo de Demon Gaze e Etrian Odyssey, então é natural que os gráficos não sejam extremamente detalhados. Mas ainda sim, os gráficos in game são sim bonitos e funcionam muito bem para o estilo. Além disso, você tem a opção de escolher entre dois visuais possíveis para o jogo, sendo um mais realista e outro mais cartunizado. É uma ideia legal mas não entendi ao certo o motivo e acho que isso causou uma certa incoerência visual em certos momentos. Por exemplo, você poderia montar um personagem com uma aparência extremamente cartunizada e o jogo estaria com uma aparência realista completamente diferente do seu personagem. Apesar disso, os gráficos funcionam na maioria das vezes.



Além do seu personagem, você pode levar com você mais 5 personagens na Party e deixar alguns personagens na reserva (que também subirão de nível mesmo não estando em sua Party). De início achei a ideia de ter 6 personagens de classes diferentes exercendo papeis diferentes uma ótima ideia. Porém, a execução do jogo nesse aspecto não foi das melhores... Algumas classes tem nomes diferentes porém não tem quase nenhuma diferença em sua Gameplay como Warrior, Knight e Samurai onde todas focam em dar dano e no final as diferenças são mínimas. As Skills e magias poderiam ter sido mais bem aproveitadas, com efeitos mais interessantes. No início do jogo tem várias Skills sem utilidade e eu senti falta de Buffs e Debuffs.

O jogo tenta criar um sistema de batalha que seja complexo, com 6 personagens na Party e com diversas classes mas infelizmente, ele peca bastante nesse sentido. Tirando as lutas contra chefes que de vez em quando exigem um nível maior de estratégia, as lutas contra os inimigos normais do jogo se resumem a atacar, recuperar vida e repetir esse processo até o inimigo morrer. Talvez se o jogo permitisse uma Party com apenas 4 personagens e focasse em deixar cada um deles mais complexo, a batalha funcionasse melhor.

A trilha sonora do jogo é de surpreender, sinceramente. Não esperava que as músicas fossem tão bem escritas e se encaixassem tão perfeitamente com o jogo. A música tem uma sonoridade de orquestra (apesar de que aparentemente foi feita com teclados e sons gerados no computador) e em algumas músicas tem alguns vocais no melhor estilo ópera. Encaixa bem com o jogo, tem músicas lindas e foi o ponto mais alto do jogo. 


Compartilhar Google Plus

Autor Ice

Postagens Relacionadas

0 comments :

Post a Comment

Newer Post Older Post Home